O Silêncio - Idianara Lira Navarro



Trago em mim palavras não ditas
Questionamentos não feitos
Mentiras não inventadas
Insultos não dirigidos

Carrego inúmeros venenos
Desconfiança
Descrença
Ciúme

Quando estou presente causo desconforto
Nos relacionamentos
Nos sentimentos
Nas pessoas

Tenho imenso poder
Invento histórias não contadas
Transformo alegria em tristeza
As vezes amor em ódio

Infelizmente muitos acreditam
Que minha presença pacífica
Repleta de uma tensão impetuosa
É melhor, do que a realidade abrupta, de temores ruidosos

Saibam todos, porém, que não sou um carrasco
Responsável em lhes conduzir para crueldades
Vocês que me utilizam no momento inadequado
Então não me culpem pelos seus dissabores

Afinal, relações humanas precisam de comunicação
E eu, em muitas ocasiões apenas prejudico
E termino silenciando o que há de belo em seus corações...

*pinturas de Vicente Romero Redondo

5 comentários