Resenha de Série: O Mundo Sombrio de Sabrina


Título original da Série: Chilling Adventures Of Sabrina 
Criador: Roberto Aguirre - Sacasa 
País: EUA
Gênero: Terror sobrenatural/Teen
Episódios: 10 (1ª temporada)

Oi gente!


Que grata surpresa tive ao assistir o Mundo Sombrio de Sabrina da Netflix! A série tem um visual meio dark e com uma pegada de humor e terror na medida certa, é uma adaptação dos quadrinhos Chilling Adventures Of Sabrina e nesta primeira temporada nos conta a origem da adolescente meio bruxinha, meio humana que nos anos 90 ficou famosa através da série Sabrina, Aprendiz de Feiticeira.


Sinopse: Meio bruxa. Meio mortal. Em seu 16.º aniversário, Sabrina Spellmann (Kiernan Shipka) precisa escolher entre o mundo da bruxaria de sua família e o mundo humano de seus amigos. Ao lado de suas tias Zelda e Hilda(Miranda Otto, Lucy Davis), seu gato Salem, seu primo Ambrose (Chance Perdomo) e seu namorado Harvey Kinkle (Ross Lynch), Sabrina enfrentará novas e aterrorizantes aventuras na misteriosa cidade de Greendale. Dos produtores executivos de Riverdale, O Mundo Sombrio de Sabrina estreou em 26 de outubro na Netflix.

Minha opinião:
Confesso que eu quase não assisti a Sabrina dos anos 90, pois, achava a série meio bobinha e meiguinha 😄😄e por essas razões ela nunca me atraia a atenção. Entretanto esta nova versão, conseguiu me fui fisgada já pela abertura, que é incrível e toda feita com os personagens em visual de quadrinhos e a trilha sonora muito bem ajustada, aliás, gente que trilha sonora: Creedence Clearwater Revival - Bad Moon Rising; The Ronettes - Be My Baby e Pink Martini & The von Trapps - Dream a Little Dream, são apenas alguns exemplos das ótimas músicas presentes na série.

Em seguida, outra característica marcante é a fotografia dark que a série possui e com um visual de sonho. Em várias cenas, a câmera desfoca o que está em volta da imagem principal, dando uma impressão de profundidade o que para mim, cria um efeito muito bonito é mais coerente com todo o enredo. Este por sua vez, é repleto de situações que não existiam naquele dos anos 90, como, por exemplo: feitiços em latim, criaturas maléficas, possessões, assassinatos, feiticeiras adolescentes que se divertem aterrorizando humanos e diálogos com termos diabólicos.


O gato Salem, que na Sabrina dos anos 90 era a atração da série com suas falas repletas de tiradas sarcásticas, aqui não fala e tem um papel bem secundário como um "familiar" (espécie de protetor que passa a vida ao lado do bruxo ou bruxa que escolhe para zelar). Em meio a tudo isso, Sabrina Spellman busca conciliar sua vida dupla, sem revelar a seus amigos e a seu namorado sua verdadeira identidade, enquanto se aproxima o momento no qual deverá escolher entre o caminho da luz e o caminho das trevas.

Outra característica que gostei muito é a forma como os relacionamentos são abordados, mesmo sendo adolescentes, os personagens principais não apresentam as "melosidades" excessivas comuns a idade (no caso de Sabrina com o namorado) e os laços de amizade são fortes e fluem de maneira tão natural, que até dá vontade de fazer parte do grupo de amigos dela. 😄😄😄Assim, as tramas adolescentes funcionam muitas vezes, apenas como cenário ou pano de fundo para os aspectos sobrenaturais existentes na série, claro que os enredos do universo mágico me chamaram mais atenção, porém, os existentes no universo humano também são muito bons e interessantes.

A série apresenta vários outros pontos que me encantaram, como por exemplo, as tias de Sabrina, que são totalmente opostas em seus conceitos e opiniões, o que muitas vezes, lhes conduzem a atritos e conflitos aterradores. De qualquer forma, prefiro não me estender mais, para não correr o risco de dar spoilers gente. Enfim, O Mundo Sombrio de Sabrina, conseguiu me prender tanto que além de maratonar a série no Halloween, agora estou morrendo de ansiosa para assistir sua 2.ª temporada. 

E vocês o que acharam da série? Deixem sua opinião nos comentários.


Trailer legendado da série


Abraços e até o próximo post!


Um comentário

  1. Ótima análise Idianara! Adorei! E veja como Harry Potter e Supernatural, influenciaram a nova releitura não é mesmo? E a referência do nome do sobrenome da personagem Spellman, talvez sugira algo om feitiço. Muito bom! Parabéns!!

    ResponderExcluir