Resenha: Estilhaça-me - Tahereh Mafi


O que falar quando você gosta de um livro?

Me perguntei isso antes de escrever essa resenha, o livro tem lá seus pontos negativos, mas ele tem seus pontos positivos também. Logicamente que todos que leram a sinopse, ligaram a personagem de Juliette, a Vampira do X-Men, mas ao ler o livro eu vi que não tem nada de X-Men aqui, é um novo tema. Uma coisa que eu pensei essa semana: todos querem novas histórias, novos temas, mas quando tem não gostam, ou reclamam e isso irrita sabe.

Estilhaça-me
Título: Estilhaça-me
● Autor: Tahereh Mafi
 Ano: 2018 
● Gênero: Romance, Distopia, Aventura, Fantasia
● Editora: Universo dos livros

Um toque é o bastante. Com apenas um toque, Juliette Ferrars é capaz de fazer um homem adulto se ajoelhar de dor e implorar por misericórdia. Um único toque de Juliette pode matar. Ninguém sabe por que a garota tem um poder tão impressionante, o qual ela acredita ser uma maldição, um fardo que uma pessoa sozinha seria incapaz de carregar. Contudo, o Restabelecimento enxerga essa característica como um dom e passa a vê-la como uma oportunidade – uma oportunidade de usá-la como arma letal. Porém, Juliette tem seus próprios planos.

Estilhaça-me é o primeiro volume da trilogia Shatter, e também é o primeiro livro da americana Tahereh Mafi. Alguns dizem que lá fora ele não fez tanto sucesso, outros dizem que foi comparado a Jogos Vorazes e X-Men, e para nossa alegria teve os direitos comprados para adaptação ela 20th Century Fox.

O livro é bem escrito, não ficamos com dúvidas em nenhuma parte. Mafi, mostra a terra destruída pela ganância do seres humanos, não existe mais calor, vegetação ou água. Tudo é controlado, na esperança que um dia isso possa ser revertido. Um grupo chamado O Restabelecimento, esta destruindo tudo inclusive livros e a antiga história passou a ser ignorada. Até a língua foi reduzida para algo simples.

É ai que conhecemos Juliette, entra uma adolescente de 17 anos, que vive trancada em um manicômio, sem poder tocar em ninguém. Seus pais a achavam um monstro, e no mundo não há lugar para ela, mas ela ainda está viva, pois quem tocou em sua pele morreu.


Estou aprisionada há 264 dias. Não tenho nada senão um caderno e uma caneta quebrada e os números na cabeça para me fazer companhia. Uma janela. Quatro paredes. Espaço de 1,48 m. Vinte e seis letras de um alfabeto do qual não fiz uso em 264 dias de isolamento.

Imagine você ficar trancado 264 dias em um quarto minúsculo, comer uma comida horrível, ter somente 2 minutos para o banho. É isso que Juliette passa, até o Restabelecimento decidir que ela tem alguma utilidade, e ela tem uma utilidade para eles: ser um poderosa arma de tortura, embora não tenha intenção de matar, pois ela nunca quis fazer mal a ninguém.

Estilhaça-me me conquistou, quando você pega o livro e vê que tem várias palavras riscadas você quer entender o por que dessas palavras, a contra capa mostra o que eu quero dizer:

Tenho uma maldição

Tenho um dom.

Sou um monstro.

Sou sobre-humana

Meu toque é letal.
Meu toque é poder
Sou a arma deles
Lutarei contra eles.

Não achei que isso incomoda, por outro lado, nos deixa mais curiosos. Desde que vi a capa de Estilhaça-Me eu me apaixonei, ai quando comecei a ler vi que era mais do que paixão. O casal do livro me deixou satisfeita, o autor soube definir o amor entre eles.

Todos os personagens me conquistaram, acreditem eu gostei até do vilão Warner, ele é possessivo, durão, mentiroso, manipulador e megalomaníaco. Tem Kenji e James que fez o livro se tornar mais especial, pois sem eles seria chato. E para a alegria das meninas, tem Adam, que é forte, sexy e mega determinado, me surpreendi muito com esse personagem.

No final do livro eu terminei com um mega sorriso no rosto, adorei a leitura e digo: se vocês querem um livro para se divertir, gosta de X-Men, ou qualquer outra coisa deste estilo, este eu indico! Garanto para vocês que esse livro é a combinação perfeita. Cheio de romance, mas tem drama e muita ação.


2 comentários

  1. Olá!
    Essa virou uma das minhas séries favoritas em 2018!
    Você também ficou "confusa" com o vilão?
    Muitas surpresas nos próximos volumes!!

    Beijão
    Leitora Cretina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mônica, essa série é ótima, esse vilão é terrível hahaha #semspoilerká Em breve vou resenhar os próximos...

      Excluir