Poema: Avenida Paulista - Idianara Lira


Oi gente! 

Faz quase 9 anos que trabalho na região da Av. Paulista em São Paulo. E este ano, em consequência de mudanças em meu trabalho, ela talvez não fará mais parte de um dos meus endereços de trabalho. Assim, após receber tal notícia, me veio um sentimento de apego a tão famosa avenida que anteriormente eu nunca percebera e em sua homenagem, compus o poema a seguir. Espero que gostem. 😉

Por muitos anos caminhei por tuas calçadas,
tropecei em tuas esquinas,
corri por entre teus prédios 
me perdi em teus quarteirões.

Já presenciaste meus sorrisos,
minhas lágrimas,
ansiedades, angústias,
e meus descontentamentos.

Contemplaste minhas vitórias,
 alegrias, felicidades,
realizações e
minhas saudades.

Diante de ti, já sorri,
amei e odiei.
Tantas vezes sem conta,
que de todas não recordarei.

Agora que o momento de ausentar-me
se apresenta.
Noto como foste importante.
E entristeço-me inutilmente.

Parece exagero, eu sei!
Mas contigo, tenho uma história,
por isso que dói a despedida
e é triste pensar na partida.

Porém, como tudo na vida são recordações,
guardarei de ti até as ilusões!
E são inúmeras minha doce Av. Paulista,
são tantas que não caberiam nem em uma lista!

Mas, preservarei em meu coração,
apenas toda a admiração,
e o carinho que emana de ti.
Para que quando eu ande por tuas calçadas novamente,
apenas me sinta em casa para sempre.  


2 recadinhos