Poema: Avenida Paulista - Idianara Lira


Oi gente! 

Faz quase 9 anos que trabalho na região da Av. Paulista em São Paulo. E este ano, em consequência de mudanças em meu trabalho, ela não mais será um dos meus endereços de trabalho. Assim, após receber tal notícia, me veio um sentimento de apego a tão famosa avenida, que anteriormente eu nunca percebera e em sua homenagem, compus o poema a seguir. Espero que gostem. 😉

Por muitos anos caminhei por tuas calçadas,
tropecei em tuas esquinas,
corri por entre teus prédios 
me perdi em teus quarteirões.

Já presenciaste meus sorrisos,
minhas lágrimas,
ansiedades, angústias,
e meus descontentamentos.

Contemplaste minhas vitórias,
 alegrias, felicidades,
realizações e
minhas saudades.

Diante de ti, já sorri,
amei e odiei.
Tantas vezes sem conta,
que de todas não recordarei.

Agora que o momento de ausentar-me
se apresenta.
Noto como foste importante.
E entristeço-me inutilmente.

Parece exagero, eu sei!
Mas contigo, tenho uma história,
por isso que dói a despedida
e é triste pensar na partida.

Porém, como tudo na vida são recordações,
guardarei de ti até as ilusões!
E são inúmeras minha doce Av. Paulista,
são tantas que não caberiam nem em uma lista!

Mas, preservarei em meu coração,
apenas toda a admiração,
e o carinho que emana de ti.
Para que quando eu ande por tuas calçadas novamente,
apenas me sinta em casa para sempre.  


2 recadinhos