Poema: Entregue-se! - Gonçalves Reis




Entregue-se a mim musa adorada!
Entregue-se sem medo e sem reserva,
Meu coração a ti sempre conserva 
Aquele amor que voa a madrugada... 

Entregue-se e não digas mais nada! 
Apenas nossos corpos nessa entrega 
Ah... dar-se-ão à chama que não nega 
E assim serão um só na cavalgada... 

Entregue-se! não finjas mais a mim 
Pois quando beijo os lábios de alfenim, 
A resistência forte, fraca faz-se ... 

Entregue-se! enquanto ainda existe 
O puro amor sublime - que persiste, 
Ao duro coração - e agora nasce... 
05/10/08

0 recadinhos