Resenha: Um Caso Perdido (Hopeless) - Colleen Hoover

Mais um livro da Colleen Hoover que eu amei. Após ler Métrica e Pausa confesso que eu estava ansiosa pelo próximo livro da autora. E a sorte é que esse livro atingiu as minhas expectativas! A autora conseguiu escrever um New Adult perfeito, fazia um bom tempo que eu não lia algo bom assim. Colleen Hoover consegue criar personagens carismáticos, que prendem o leitor do inicio ao fim. Acho que a maioria dos meus leitores, já perceberam que eu prefiro um livro romântico do que uma aventura. Sim, eu prefiro aquele livro melado do que aquele cheio de ações.


Sinopse: Às vezes, descobrir a verdade pode deixar com menos esperança do que acreditar em mentiras. Sky nunca sentiu verdadeira atração por nenhum dos muitos garotos com quem esteve. Após anos estudando em casa convence sua mãe a fazer o último ano letivo na escola. É quando conhece Dean Holder, um rapaz com uma reputação capaz de rivalizar com a dela. Em um único encontro, ele conseguiu amedrontá-la e cativá-la. E algo nele faz com que memórias de seu passado conturbado comecem a voltar, mesmo depois de todo o trabalho que teve para enterrá-las. Mas o misterioso Holder também tem sua parcela de segredos e quando eles são revelados, a vida de Sky muda drasticamente

Neste livro somos apresentados a Sky, uma menina de 17 anos que não assiste televisão, filmes, não sabe o que é facebook, nada do mundo tecnológico existe na vida dela. Quer entender o motivo? Bem Sky foi adotada por Karen, que acredita que a tecnologia é ruim para o nosso mundo. Mas Sky acha um meio de escapar de tudo isso, ela encontra nos livros uma saída.

Na escola ela tem uma má reputação por causa da sua melhor amiga Six, que é uma piriguete daquelas. Sky nunca se interessou por nenhum menino, só fica com eles por ficar mesmo, até cogitou ser lésbica. Mas tudo isso muda quando ela conhece Holder, um rapaz charmoso e muito misterioso que deixa Sky encantada.
“- Vou lhe avisar uma coisa – disse ele baixinho. – Assim que meus lábios encostarem nos seus, vai ser, sim, o seu primeiro beijo. Porque, se nunca sentiu nada enquanto alguém a beijava, então ninguém jamais a beijou de verdade. Não da maneira como eu planejo beijá-la”.
Bem pessoal, não vou me prolongar para fazer essa resenha, senão contarei o livro todo aqui. Como eu disse a autora consegue prender o leitor do início ao fim do livro. Sobre a revisão, diagramação e capa, amei! Não encontrei erros que atrapalhem a leitura.


0 recadinhos