Poema: Encantadora - Gonçalves Reis


Encanta-me menina tão faceira,
Num beijo teu – eu sinto teu veneno,
Ah deixa-me alegre e mais sereno,
Eu quero te amar a vida inteira...

Sorri tão esbrangente e faz-me ameno;
Teus lábios doces Circe – feiticeira –,
Prendeu minh’alma a ti de uma maneira,
Que anexo a ti sou – já não mais temo...

O meu futuro; pois sempre ao teu lado,
Eu estarei – oh flor encantadora!
És meu melhor tesouro encontrado...

Fascina-me assim mulher-mistério –
Sereia quando fala em voz canora,
Meu coração és teu – e o meu império!...
15-21/01/10

0 recadinhos