Homenagem a Hilda Hist



Hoje se estivesse viva, a escritora brasileira considerada pela crítica como uma das maiores escritoras em língua portuguesa do século XX, Hilda de Almeida Prado Hist, ou apenas Hilda Hist completaria 90 anos e para homenageá-la, compartilho com vocês um poema extraído da obra "Da Poesia":

Nós, poetas e amantes
o que sabemos do amor?
Temos o espanto na retina
diante da morte e da beleza.
Somos humanos e frágeis
mas antes de tudo, sós.

Somos inimigos.
Inimigos com muralhas
de sombra sobre os ombros.
E sonhamos. Às vezes
damos as mãos àqueles
que estão chorando.
(os que nunca choraram por nós)

Ah, meus irmãos e irmãs…
Ai daqueles que nos amam
e que por amor de nós se perdem.
Ah, pudéssemos amar um homem
ou uma mulher ou uma coisa…
Mas diante de nós, o tempo
se consome, desaparece e não para.

Ouvi: que vossos olhos se inundem
de pranto e água de todo o mundo!
Somos humanos e frágeis
mas antes de tudo, sós.

0 recadinhos